Dicas financeiras para conseguir a tão sonhada carreira em TI no exterior
Educação financeira
Dicas financeiras para conseguir a tão sonhada carreira em TI no exterior

Dicas financeiras para conseguir a tão sonhada carreira em TI no exterior

Possuir uma carreira em TI no exterior é o sonho de muitas pessoas, porém é comum pensar que uma carreira internacional é impossível ou mesmo muito custosa, o que não passa de um grande equívoco. Trabalhar no exterior com TI pode ser menos complicado do que você imagina!

Neste artigo, traremos  um passo a passo para ajudar você a se planejar financeiramente para conseguir a tão sonhada carreira internacional em TI, dos passos mais óbvios a dicas impensadas. Confira!

Passo 1: PLANEJANDO E ORGANIZANDO

1. Faça um planejamento realista e vivo

Liste todos os seus custos de uma forma realista: busque pelos preços atuais e inclua uma pequena margem de segurança para que seu orçamento (orçamento) não estoure.

Conversar com pessoas que estão na situação em que você deseja estar no futuro também ajuda muito, pois elas podem validar as hipóteses do seu orçamento.

2. Para facilitar

Você pode organizar esses custos numa linha cronológica: dos primeiros para os últimos, de acordo com as etapas de realização do seu projeto. Assim, você verá claramente quando o desembolso de cada item deverá acontecer.

Existem custos que acontecerão na etapa prévia do seu plano, como aprender um novo idioma, investir em um bom curso de Certificação Internacional em TI, as documentações e passaporte, assim como a viagem em si. Dê atenção especial a esta etapa, pois ela é crucial para que seu sonho se realize.

3. Torne o planejamento financeiro um hábito

Planejamentos ajudam a projetar o futuro, mas se não forem atualizados, de nada funcionam. Mantenha sua projeção financeira atualizada, criando uma pequena rotina para isso, que pode ser semanal, quinzenal ou mesmo mensal, de acordo com a sua realidade e necessidade.

4. Revisite suas contas atuais

Cancele o que não é necessário, negocie o que você usa. Aplique essa regra em relação a absolutamente tudo: taxas de serviços, plano de celular, assinaturas, cartões de crédito, produtos financeiros, streamings e pacotes digitais. 

Ou seja, reveja em detalhes todos os seus boletos e estude como reduzir seus custos. A sobra no fim do mês provavelmente será maior do que você imagina.

Considere, também, o prazo para encerramento de tudo o que você não usará quando estiver fora do país. E se for possível, já deixe o cancelamento programado assim que definir a data da sua partida 😉

5. Faça uma reserva financeira

Seja para emergências, imprevistos ou oportunidades. A primeira regra para uma vida financeira próspera e saudável é poupar dinheiro. Ou seja, gastar menos do que você ganha e montar uma reserva!

Diversos especialistas indicam o valor ideal que você deveria ter na sua reserva de acordo com o seu contexto de vida (idade, situação financeira, objetivos, etc.). Vale pesquisar e incluir a montagem dessa reserva no seu plano, caso você ainda não a tenha 😉

Passo 2: JUNTANDO DINHEIRO

1. Faça um mapa das suas fontes de renda

Saber exatamente o quanto você ganha por mês (valor líquido) e como cada fonte de renda contribui para esse montante é crucial.

Vale, também, ter consciência das rendas que são fixas (que você pode contar com o mesmo valor todo mês) e das variáveis (bicos e freelas, por exemplo)

2. Que tal uma renda extra?

Se você “apenas” trabalha, reflita como pode gerar renda extra para antecipar a realização do seu sonho. Acredite, você sempre pode fazer renda com mais de uma atividade, é só usar a criatividade e se conectar com o que curte fazer. Claro, sem comprometer a sua saúde física e mental.

4. “Desapegue e venda” 

Você já deve ter ouvido aquela frase: “No que você tem e não usa existe dinheiro parado”… é sobre isso. Você não precisa ser minimalista, mas reveja todas as suas coisas com sabedoria: elas se encaixam nas suas necessidades atuais? Se não, desapegue.

Essa é uma ótima oportunidade para levantar uma grana extra. E nem precisamos dizer que a internet está aí para te ajudar, né? Sites como enjoei, Mercado Livre e OLX são ótimos aliados.

5. Compre só o que for necessário

Antes da viagem: aplique a regra das 4 perguntinhas básicas antes de comprar qualquer coisa:

Eu quero?

Eu preciso?

Eu posso?

Eu devo?

Ou seja, pondere e poupe.

Para viajar: tem coisas que você precisará investir para embarcar. Comprar antecipadamente e de forma organizada também é poupar dinheiro.

Com o tempo a seu favor, você pode pesquisar por melhores preços, buscar cupons de desconto, cashback, e economizar no frete dos produtos.

Invista em equipamentos e materiais de boa qualidade e longa duração. E analise o custo-benefício, pois muitas vezes “o barato sai caro”, não é mesmo?

No exterior: aplique sempre as 4 perguntinhas básicas. Afinal, elas servem pra vida toda!

Mas, calma, você não precisa sofrer com isso!

Quem não gosta de um mimo ou luxo de vez em quando? Estabeleça um pequeno valor para satisfazer seus desejos mais consumistas. Isso aumenta nossa autoestima e senso de autorrealização. E é saudável, desde que seja consciente e controlado – cuidado para que a exceção não vire regra.

Gostou das nossas dicas? Lembre-se que planejamento e preparação são as chaves essenciais para conseguir a tão sonhada carreira em TI no exterior (e claro, estudos com certificação internacional como o da ADV Informática estão aí para te preparar para o mercado!) 

Nos siga nas redes sociais e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

logo

A KOIN é uma instituição de pagamento, obedece às premissas da Lei nº 12.865, de 9 de outubro de 2013, e aos regulamentos e circulares do Banco Central do Brasil. A KOIN não é uma instituição financeira mas atua como correspondente bancária da BMP Money Plus Sociedade de Crédito Direto S.A., CNPJ n.º 34.337.707/0001-00, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011, do Banco Central do Brasil.