Empréstimo PME: saiba como usar para empreender! - Home
Financeiro
Empréstimo PME: saiba como usar para empreender!

Empréstimo PME: saiba como usar para empreender!

Nem sempre o empreendedor tem o valor que precisa para estruturar ou alavancar o seu negócio, é recorrer ao empréstimo PME.

Alguns empreendedores ainda veem o empréstimo para pequenas e médias empresas com certo receio. Acreditam que recorrer a ele seria assumir mais uma dívida para o seu negócio, porém, as linhas de crédito são grandes aliadas, na verdade.

O segredo é saber o momento certo de solicitar esse crédito e dar entrada nele com um objetivo traçado. Existem diversas formas de aplicar o valor, e nós listamos neste post algumas situações em que ele é uma grande estratégia. Continue lendo para conferir e veja, também, como fazer a solicitação do empréstimo para pequenas e médias empresas.

Como usar o empréstimo PME para empreender?

O empréstimo PME é uma linha de crédito destinada para quem está à frente de pequenas e médias empresas. Quando utilizado de forma planejada e estratégica, esse valor possibilita concretizar objetivos ou reorganizar a empresa. Traz novas possibilidades para aproveitar oportunidades de mercado.

É possível solicitar o empréstimo PME quando o empreendedor deseja começar um novo negócio ou quer dar uma alavancada nele quando já está aberto. Nos dois casos, existem aplicações diferentes para as quais essa linha de crédito pode ser utilizada. Confira!

Criar um capital de giro

Toda empresa pode demorar alguns meses para ter um bom volume de vendas. Porém, nesse período o empreendedor precisa arcar com os custos operacionais, então, é preciso ter um capital de giro para cobrir essas despesas iniciais.

É interessante fazer o cálculo do montante que será necessário e solicitar um empréstimo PME que cubra esses primeiros meses de portas abertas, até que a própria empresa consiga sustentar a si mesma.

Investir na estrutura física ou digital

A estrutura física do negócio envolve a mobília, máquinas, equipamentos e até mesmo a decoração do espaço. Tudo aquilo que será necessário para viabilizar as operações no dia a dia.

Já a estrutura digital são os programas, plataformas, aplicativos e outros recursos digitais que a empresa precisará em suas operações. O empréstimo pode ser destinado a essa estruturação de base.

Adquirir estoque de produtos ou matéria-prima

Se a empresa vai revender produtos ela precisa ter um estoque; se fabricará os seus próprios, precisará de matéria-prima para iniciar a produção. Em ambos os casos o empreendedor deve investir antes mesmo de começar as operações. Então, é válido recorrer ao empréstimo PME.

Adequar o ponto escolhido

Na maioria das vezes também é preciso fazer adequações no ponto onde a empresa vai operar. Seja uma grande reforma ou apenas ajustes visuais da marca, é feito um investimento no imóvel, que o empréstimo pode cobrir.

Pagar a taxa da franquia

No caso de quem decide empreender com franquias, deve pagar a taxa de adesão para ter o direito de utilizar uma determinada marca. É bastante comum recorrer ao empréstimo para pequenas e médias empresas para esse fim.

Para alavancar seu negócio

Quem já está com a sua empresa aberta tem estratégias diferentes para o empréstimo. Seu intuito é reestruturar o negócio ou expandir o ramo de atuação, o que pode ser feito com diferentes aplicações, como as seguintes.

Reestruturar as finanças

Algumas taxas e juros podem ficar pesados ao longo do tempo, em especial quando somamos diversas dívidas. Muitas vezes é mais vantajoso recorrer à linha de crédito para quitar essas contas e ter apenas o empréstimo para pagar.

Abrir uma nova unidade

A abertura de uma nova unidade é uma boa estratégia quando existe um mercado que sua empresa pode atender. Para não comprometer as finanças da unidade que já está aberta, é válido estruturar o próximo negócio recorrendo ao empréstimo.

Investir em tecnologias

A transformação digital é uma realidade à qual as empresas precisam se adequar. O empréstimo PME pode ser utilizado para investir em tecnologias do seu setor de atuação, para estruturar melhor os processos, modernizar rotinas e aumentar a competitividade.

Expandir a empresa

Quando as coisas vão bem, chega um momento em que a empresa precisa crescer, expandir, seja adquirindo novos equipamentos ou contratando mais funcionários. Como tudo isso demanda investimento, a linha de crédito vem como uma grande aliada.

Abrir novos setores internos

Também pode ser mais vantajoso para a empresa abrir novos setores internos, como de marketing ou de logística, centralizando seus processos. Aplicando o empréstimo nessa expansão, é possível crescer de uma maneira escalável e organizada.

Como solicitar empréstimo para empreender?

Existem algumas boas práticas às quais é preciso ter atenção antes de solicitar um empréstimo para empreender. Confira um passo a passo de como fazer essa solicitação para desfrutar apenas das vantagens de contar com esse valor extra, sem complicar suas finanças.

1º. Identifique a necessidade do empréstimo

Embora o empréstimo PME seja um recurso vantajoso, se ele não for utilizado de maneira inteligente e estratégica pode pesar nas finanças do seu negócio. Para isso não acontecer, é preciso tomar as melhores decisões e solicitar no momento certo. Então, analise o seu negócio e identifique a necessidade para aplicar corretamente o valor.

2º. Calcule o montante necessário

O ideal é que o crédito solicitado esteja na medida certa, nem mais nem menos. Portanto, calcule qual o valor você precisará para a necessidade que identificou no passo anterior. Assim terá o montante exato para o que precisa, sem faltar nem pedir além do necessário.

3º Faça um planejamento das finanças

Considere que ao solicitar um empréstimo PME sua empresa terá as parcelas do valor devido. Então, faça um planejamento das finanças para adequar o caixa e ter certeza de que a prestação cabe no orçamento. Aqui também vale fazer aquele cálculo das dívidas em aberto do qual falamos, pois algumas podem ser quitadas com o empréstimo.

4º. Analise detalhes do empréstimo

Não se esqueça de que existem diversos detalhes na hora de solicitar um empréstimo, que nem sempre são analisados e trazem surpresas depois. Confira se existe algum fator de restrição para essa linha de crédito, quais são as taxas de juros praticadas pela instituição, assim como prazos e outras miudezas importantes.

5º. Tenha metas bem estabelecidas

Esteja sempre ciente do motivo pelo qual você está solicitando essa linha de crédito. Tenha metas muito bem estabelecidas e saiba exatamente para onde vai o dinheiro, a fim de não acabar desviando valores sem cumprir os objetivos pré-definidos. Você pode acabar não concretizando o que planejou e com uma dívida em aberto.

Depois de tudo planejado e bem calculado, só precisa abrir a sua solicitação fazendo o pedido do empréstimo PME. Se planejando bem de uma forma estratégica, vai obter retorno com essa linha de crédito e em pouco tempo o valor que ela está levantando será revertido para o pagamento das parcelas, trazendo lucro para o seu negócio.
Gostou das dicas? Então conheça o empréstimo PME Koin, faça uma simulação aqui e mude o seu negócio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

logo

A KOIN é uma instituição de pagamento, obedece às premissas da Lei nº 12.865, de 9 de outubro de 2013, e aos regulamentos e circulares do Banco Central do Brasil. A KOIN não é uma instituição financeira mas atua como correspondente bancária da BMP Money Plus Sociedade de Crédito Direto S.A., CNPJ n.º 34.337.707/0001-00, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011, do Banco Central do Brasil.